top of page

Casa de fardos de palha

Atualizado: 29 de abr. de 2023


Tornou-se moda chamar casa sustentável e ecológica a torto e direito, mas poucas o são realmente.


Construída em autoconstrução em 2009, (com família, amigos e um jovem trabalhador local), assinada pelo Arq. João Sousa Lino, esta casa ecológica foi feita com 800 fardos de palha bem compactados; estrutura em madeira; várias toneladas de barro fresco e tijolos de adobe secos ao sol sem cozedura de forno (de um telheiro de Évora); cal aérea derregada durante 4 anos, vinda em pedra de um [já desaparecido] caleiro em Borba; rebocos de barro com palha finamente cortada; argilas finas de acabamento (2mm); marmorino com efeito spatolato, feito com pó de mármore e pasta de cal aérea (2mm); Leca; argamassas de cal; caixilharias em mogno com vidro duplo e triplo; telhas lusas recuperadas de demolições; pinturas de cal e silicato e óleos à base de linhaça.


E muito ♥️🥰


O resultado foi um lindo "monte alentejano" sustentável com 100m2, o primeiro turismo rural em Portugal com este método constructivo.

No Verão temos 42 graus lá fora, 23 lá dentro. Sem ar condicionado.

No inverno, basta um pouco de calor da salamandra para mantê-la quentinha dia e noite.

No exterior, 50cm de palha rebocada com barro e cal protegem a casa. No interior, os 12 cm de barro mantêm a temperatura e regulam a humidade.

O ar é são, e aqui não entram formaldeídos. O silêncio, total.


Este tipo de construção encontra-se tecnicamente muito bem documentado e regulamentado tanto na Europa como nos EUA, Canadá e Austrália.


Em França, por exemplo, há milhares destas casas, entre elas um edifício com 8 andares e uma escola de 5.000m2.


O método original de construção (autoportante) chama-se Nebraska, por ser o Estado norteamericano onde se iniciou este tipo de construção após o surgimento das enfardadeiras, nos finais do século 19.


A casa Feuillette, localizada em Montargis, é o edifício mais antigo da Europa construído em palha, projetada pelo engenheiro Emile Feuillette em 1920.


Mas seria sobretudo a partir dos anos 70 que vários auto-constructores despertaram a atenção de outros profissionais e académicos para este extraordinário tipo de construção, desenvolvendo-se a partir daí todo o processo de regulação oficial.


Na Alemanha, o professor Gernot Minke fundador do Laboratório de Pesquisa Experimental da Construção (Universidade de Kassel) dinamizou muitos projetos usando a terra e fardos de palha.


Livros obrigatórios: La Conception Bioclimatique + L'isolation Thermique Ecologique, (Jean-Pierre Oliva e Samuel Courgey); Building With Strawbales (Barbara Jones); Straw Bale Construction Manual + Building With Earth (Gernot Minke).

Se googlarem por "strawbale houses" ou "maisons en paille", também encontrarão muita informação disponível.


Na Green Heritage, sabemos bem como construir casas verdadeiramente ecológicas e sustentáveis.


E memoráveis. 😉


Podem reservar em: www.quintadomarvao.com







コメント


bottom of page